Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MaryM Blog

"Segue teu destino, rega tuas plantas, ama as tuas rosas. O resto é sombra de árvores alheias... " - Fernando Pessoa

MaryM Blog

"Segue teu destino, rega tuas plantas, ama as tuas rosas. O resto é sombra de árvores alheias... " - Fernando Pessoa

Cinnamon Rolls

15.05.20, Mary M

Quando comecei a ver estes bolinhos pela internet, fiquei com tanta vontade de experimentar, que não descansei enquanto não os fiz.... 

Cinnamon Rolls, que na tradução literal são Rolinhos  de Canela... Superaram tanto as minhas expectativas, que será uma receita a repetir, fiquei mesmo fã. Para mim o ideal será serem degustados, com um bom chá preto numa tarde de chuva e frio...

Só um pouquinho de história, apesar de serem muito famosos no Estados Unidos são de origem Sueca e chamam-se Kanelbulle. E segundo a Wikipédia, surgiram na primeira guerra mundial devido à  escassez de ingredientes. É nos piores momentos, que nascem as melhores ideias e oportunidades... 

IMG_20200511_173049.jpgIMG_20200511_172652.jpg

Antes de começarem, a deitar mãos à obra, tenham em atenção várias considerações.

  • Várias receitas usam ovos e outras sem ovos. Eu decidi, tentar com dois ovos. 
  • Os ovos devem estar à temperatura ambiente ou podem colocá-los um pouco em água quente da torneira. Assim, como a manteiga, nada de manteiga fria do frigorífico.
  • Ao dissolver o fermento, devemos fazê-lo com leite morno mas não quente e acrescentei 5 gr de açúcar para ativá-lo mais rapidamente. Podem usar fermento seco, de crescimento rápido, nesse caso, façam a conversão da quantidade, 10 gr a 12gr.
  • Levedei a massa duas vezes, por isso a massa ficou tão fofa. 
  • Quando acrescentarem a farinha, tentem usar o mínimo possível, apenas a necessária para conseguirem trabalhá-la.
  • Depois de fazer o rolo, não o cortei com a faca, usei fio dental, ficam os rolos muito mais perfeitos.
  • Deixo a a sugestão, podem ser congelados já cortados num tabuleiro e depois é só descongelar, deixar levedar um pouco e colocar no forno. 

IMG_20200510_211412.jpg

Ingredientes:

Massa

  • 400 gr de farinha + 100 gr extra
  • 30 gr + 5gr de açucar
  • 5 gr de sal
  • 25 gr de fermento padeiro
  • 40 ml + 160 ml de leite morno
  • 60 gr de manteiga derretida
  • 2 ovos

Recheio

  • 70 gr de manteiga amolecida
  • 100gr de açucar mascavado 
  • 15gr de canela

Cobertura:

  • 120gr de açucar em pó
  • pitada de baunilha
  • 115gr e queijo creme
  • 2 colheres sopa de manteiga derretida
  • 4 colheres sopa de leite

Comece por dissolver o fermento, nos 40ml de leite morno com 5 gr de açúcar. O leite apenas deve estar morno, senão estraga o fermento. Num recipiente largo, próprio para amassar, coloque a farinha, o açúcar e o sal, abra uma cavidade no centro e acrescente o leite com o fermento, misturando com os dedos. Depois do fermento, estar envolvido na farinha, acrescente, o resto do leite  morno aos pouco envolvendo na farinha, acrescente a manteiga derretida, não quente. Envolva tudo muito bem e acrescente os ovos, um a um. Amasse algum tempo de forma a ficar uma massa homogénea, que deve desprender-se das paredes, se necessário acrescente farinha aos poucos. Forme uma bola e polvilhe com farinha e tape com um pano para levedar. Quando preciso de levedar massas deste tipo e o tempo está frio, utilizo uma panela com água quente e coloco o recipiente com a massa em cima, tapo com um pano e envolvo numa manta quente. Atenção, a água é apenas morna/quente, se estiver a ferver, vai cozer a parte de baixo da massa. Deixe levedar cerca de 45 minutos.

Entretanto, prepare o recheio. Num recipiente misture a manteiga amolecida, a canela e o açúcar mascavado, fica tipo uma pasta, que se consegue barrar.
Depois da massa ter levedado para o dobro, polvilha-se a bancada com farinha e amassa-se mais um pouco. Com um rolo de cozinha, estende-se um retângulo cerca de 60cm por 30cm. Convem tentar estender um retângulo perfeito, quanto mais perfeito mais as pontas ficam bem. Com ajuda de uma espátula, barra-se o retângulo de forma uniforme com a massa do recheio, deixe-se as bordas sem nada.  Começa a tarefa mais delicada.  Comece por enrolar o retângulo pela parte mais curta. Para terminar, para selar a massa use água e coloque essa parte para baixo do rolo. Quando o rolo tiver feito, corte as fatias de cerca de 2 cm, não utilize a faca, pois vão ficar amassados, use fio dental. Passe por baixo da massa e cruze em cima e aperte, os rolos ficam perfeitos. Deve dar para 12 fatias.

Disponha os rolinhos, com o caracol virado para cima num único tabuleiro ou em dois, forrados com papel vegetal. Eu não usei papel vegetal, apenas untei os tabuleiros com manteiga.  Devem deixar espaço entre os rolos, porque eles vão dobrar de volume. Voltam a levedar por mais 30 min a 40 min até crescerem um pouco.

Pré-aqueça o forno a 180ºC e deixe cozinhar cerca de 20 a 30 minutos, até ficarem dourados. Verifiquem a cozedura e retirem para esfriarem cerca de 10 minutos antes de colocar a cobertura.

Para a cobertura, misture creme queijo com a manteiga derretida, o açúcar em pó,  o extracto de baunilha e o leite num recipiente, podem usar a batedeira ou com uma vara de arames. Deve ficar um creme branco, macio e   homogéneo.  Espalhe sobre os rolos de canela com uma colher ou pincele. Podem ser servido de  imediatamente ou mais tarde. 

Certamente, dá para fazer a receita da massa nos robot de cozinha, eu ainda adoro amassar com as mãos.

Reconheço que é uma receita que dá algum trabalho, mas acreditem que vais valer bem a pena...

IMG_20200511_174617.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.