Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MaryM Blog

"Segue teu destino, rega tuas plantas, ama as tuas rosas. O resto é sombra de árvores alheias... " - Fernando Pessoa

MaryM Blog

"Segue teu destino, rega tuas plantas, ama as tuas rosas. O resto é sombra de árvores alheias... " - Fernando Pessoa

Clafoutis de Cerejas

25.05.20, Mary M

Chegou o tempo delas! Maio é um mês especial, pois é o mês das cerejas, essa fruta que eu adoro. Dura tão pouco tempo que mais vale aproveitá-las muito bem, até à última. Esta tarte é quase obrigatória nesta altura, Clafoutis de Cerejas. Esta tarte visualmente é linda, fica sempre bem, deliciosa, rápida na confeção e tem pouco açúcar. Nesta altura, um pormenor importantíssimo, já abriram as praias e queremos perder uns quilinhos.

Estas cerejas vieram de longe, das minhas árvores e são para consumo próprio. Mas nesta altura, sinto que devo divulgar uma iniciativa dos produtores do Fundão. Estes agricultores uniram-se para fazer face à dificuldade de escoar o produto e aceitam encomendas online (fonte: público)

  • 500g de cerejas, devem ser as mais doces e bem escuras
  • 100g de farinha
  • 60g de açúcar
  • 1 saqueta de açúcar baunilhado
  • 1 pitada de sal
  • 4 ovos
  • 30 g de margarina derretida
  • 200ml de leite
  • manteiga e açúcar para a forma

Comece por preparar a tarteira, pois a confeção é muito rápida. Unte uma tarteira com manteiga e polvilhe com açúcar. Tire o pé das cerejas e cubra todo o fundo.

Nota: Eu não tirei os caroços, mas se tiverem crianças ou se não gostarem devem retirar. Podem usar um palito ou os descaroçador, que depois posso mostrar como é. A cereja sem caroço, fica mais machucada deixando a tarte mais vermelha. Se fizerem isso, acrescento a sugestão de mergulharem 15 minutos as cerejas em licor de cereja ou aguardente de cereja.  No final escorrem-se bem e colocam-se na tarteira. Deixa a tarte com um sabor a licor, muito boa.

Neste ponto deve pré-aquecer o forno a 210ºC.

Misture os elementos secos, a farinha, o açúcar, o açúcar baunilhado e o sal. Junte os ovos um a um, misturando bem. No final de acrescentar todos os ovos, bata energicamente para não ficarem grumos (usei uma vara de arame). Acrescente aos poucos o leite e por fim a a manteiga derretida. Deve ficar uma mistura, um pouco líquida. Deite a massa devagar na tarteira com as cerejas e leve ao forno 10 minutos a 210ºC e depois baixe para 160ºC mais 20 minutos. No final, espete o palito para verificar a cozedura. Deve ficar douradinho em cima.

Retire do forno e deixe arrefecer. Pode ser servido morno ou frio. 

Sugestão: Na altura de servir, pode acrescentar um chantilly ou uma bola de gelado, fica divinal.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.